AMAVI - Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí

AMAVI apresenta projeto à Comissão de Turismo e Meio Ambiente da ALESC

segunda, 27 de junho de 2011

Os membros da Comissão de Turismo e Meio Ambiente, presidida pelo deputado Neodi Saretta, receberam na manhã da última quarta-feira (22) os técnicos da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí - AMAVI. A convite do deputado Jorge Teixeira, a equipe esteve no Parlamento para apresentar um projeto tecnológico que aborda demarcações de áreas de reserva legal. Segundo o parlamentar, a essência do projeto é de interesse do Estado. “Queremos ampliar este trabalho realizado no Vale do Itajaí para todos os municípios catarinenses”.
De acordo com o secretário executivo da AMAVI, Agostinho Senem, o projeto Reserva Legal foi elaborado a partir das dificuldades enfrentadas pelos agricultores em cumprir a nova legislação ambiental. Com a abrangência de 28 municípios e 41 mil pequenas propriedades rurais, a intenção da Associação através do projeto é também a formação de corredores ecológicos. A partir da tecnologia criada pela AMAVI, toda tramitação deste trabalho é eletrônica, realizada com equipamentos doados pelo governo alemão e homologada pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma). O projeto tem ainda apoio do Ministério do Meio Ambiente (MMA), que forneceu as imagens de satélite das propriedades rurais da região.
Durante a apresentação, Agostinho Senem, destacou que o sistema desenvolvido para o projeto tem controle de erros e fornece as coordenadas geográficas das propriedades. Com a iniciativa, o agricultor tem ganho econômico, preserva o meio ambiente e garante a perenidade dos recursos hídricos. A estrutura permite que cada agricultor tenha direito a homologação da sua reserva legal podendo assim averbar em cartório.
Após a apresentação, Jorge Teixeira ressaltou que a intenção e difundir o projeto para o conhecimento de todos, evitando investimentos desnecessários e valorizando a inteligência existente nos profissionais de Santa Catarina. O deputado Neodi Saretta enfatizou a importância do projeto diante da possibilidade de proporcionar ao agricultor fazer a demarcação da reserva legal, ou seja cumprir a legislação, sem custos e de forma rápida e ágil. “ Acredito que o uso dessa tecnologia, pode facilitar a vida do agricultor e vamos difundir porque precisamos encontrar formas de ajudar o agricultor a se manter”. Também participaram da reunião os deputados Altair Guidi , Edison Andrino , Valmir Comin e Dirceu Dresch, os prefeitos de Laurentino, Valdemiro Avi e de Pouso Redondo Jocelino Amancio e representantes da FECAM e da SDS.

Com informações de Tatiani Magalhães

Mais notícias

Consórcios


Acesso Rápido

Próximos aniversários